27 Out, 20

Goiânia vai ganhar um complexo do famoso World Trade Center, que será o segundo do País, depois de São Paulo. A Rede World Trade Center (WTC) Global, presente em 90 países, é uma estrutura integrada de negócios de abrangência mundial, que deve fomentar e internacionalizar os negócios de empresas goianas e atrair investimentos para o Estado. O complexo, que será construído no cruzamento das avenidas 85 e D, no Setor Marista, terá duas torres que abrigarão o WTC Office e Corporate, o WTC Residence, o WTC Plaza Mall e o WTC Plaza Events

Devido ao potencial do turismo de negócios na região, o local também abrigará o WTC Stay&Hotel e o World Trade Center Residence, que serão os primeiros do País nestas modalidades. “Enxergamos Goiás com um desenvolvimento gigantesco. Com seu forte PIB do agronegócio, hoje é a capital do Centro-Oeste”, diz o CEO do World Trade Center São Paulo, Leonardo Figueiró. A incorporação do projeto está com a Consciente Construtora e Incorporadora e a JBJ Incorporações, com a marca WTC.

Leonardo explica que o grande diferencial do negócio é a união da estrutura imobiliária com a organização World Trade Center Association. Segundo ele, o complexo tem o grande diferencial de unir a estrutura física a um clube de negócios com atuação mundial. “É um prédio que se comunica com o mundo todo”, ressalta.

O clube de negócios WTC Business Club, que tem 2 milhões de associados e une as unidades do WTC do mundo, ajudará as empresas parceiras da região a desenvolverem seu comércio internacional e deve facilitar a atração de novos investimentos para o Estado. Uma das metas é impulsionar e diversificar as exportações locais, através do contato com players mundiais. “O WTC Business Club colocará Goiânia no mapa do comércio internacional”, diz o CEO do complexo paulista. Vale lembrar que qualquer empresa poderá se filiar a ele, e não apenas as que estiverem instaladas dentro do complexo WTC.

O complexo abrigará uma praça com mais de 2 mil metros quadrados de área verde, que dará acesso ao Plaza Mall e será aberta ao público em geral. Ao todo, o projeto terá 104,5 mil metros quadrados de área construída. Na torre comercial, que terá 40 andares, os primeiros pavimentos serão ocupados pelo WTC Stay&Hotel, que terá 204 quartos. Acima dele, a partir do 13º pavimento, estará o WTC Office, com salas comerciais. Já o WTC Corporate ocupará os últimos cinco pavimentos com lajes e a cobertura contará com um heliponto com sala vip.

Residências

Na outra torre, com 39 andares, ficará o WTC Residence, que terá 227 unidades, sendo 96 unidades com um quarto, 64 com duas suítes, 64 com três suítes e 3 unidades penthouse com três suítes, sendo a maior delas com 220,41 metros quadrados. “Será o primeiro WTC residencial do País”, lembra o diretor de Lançamentos do WTC, Marcos Henrique Santos. Ele lembra que os espaços corporativos e residenciais serão comercializados a partir de dezembro. O preço do metro quadrado ainda não foi revelado. Já os espaços do Plaza Mall, que abrigará empresas de serviços e gastronomia, e do WTC Plaza Events, com espaços para eventos e convenções, serão locados. 

Antes da pandemia, o WTC em São Paulo recebia cerca de mil eventos anuais. “Será uma oportunidade única para as empresas que quiserem fazer parte desta rede mundial do WTC”, destaca Marcos. O valor geral de vendas (VGV) está estimado em R$ 300 milhões e os investidores confiam neste momento de crescimento do mercado imobiliário.

As obras já começaram e a estimativa de entrega é para o ano de 2023. Leonardo Figueiró informa que pesquisas auditadas já mostraram que a marca WTC proporciona uma rentabilidade 25% maior que outros empreendimentos da região onde está instalada, no valor do metro quadrado e taxa de ocupação. “O fluxo de negócios proporcionado pelo Business Club é muito forte, com imensas possibilidades mundiais”, destaca. Os próximos projetos do WTC no Brasil serão em Belo Horizonte (MG) e em Campinas (SP), que serão lançados no ano que vem. Segundo o CEO da marca em São Paulo, a ideia é ter um complexo em cada capital brasileira. “O WTC São Paulo é considerado o metro quadrado mais caro da América Latina”, destaca.

Fonte: O popular


Acesse www.wtcgoiania.com.br e conheça o projeto na íntegra! 



Categorias: Investimento

Assuntos relacionados

Ver todos
Canal

Investimento

Goiânia é a segunda cidade brasileira a receber o World Trade Center

O WTC da capital também será o primeiro do país a contar com área residencial com conceito All in Experience.

Canal

Investimento

Confira 5 motivos para morar no Setor Bueno

O bairro é um dos mais conhecidos da capital goiana e oferece diversos benefícios que fazem qualquer um se apaixonar!

Canal

Investimento

CAIXA reduz taxas em compras de apartamentos

As condições anunciadas são válidas para financiamentos corrigidos pela Taxa Referencial (TR).