21 Mai, 19

Investir em imóveis é uma maneira muito utilizada de investimento. No entanto, é essencial levar em conta diversos fatores que fazem a diferença. Mas o que faz um imóvel ser um bom negócio?

É preciso analisar alguns fatores como: Mercado Nacional, Processo de Urbanização, saturação, produto e histórico da construtora. Goiânia, está em amplo desenvolvimento e crescimento e o déficit habitacional ainda é grande. No mercado goiano, apesar dos diversos lançamentos, uma pesquisa divulgada pela Ademi-GO apontou que a venda de imóveis entre janeiro e setembro do ano 2018 cresceu 26% em relação ao período de 2017 e o estoque caiu 22% se mantendo ainda num patamar saudável, em comparação com outras regiões do Brasil. Ou seja: investir em imóveis em Goiânia é um bom negócio nos quesitos Saturação e Urbanização.

Ainda sobre Saturação e Mercado Nacional, a CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) ao anunciar os indicadores nacionais referentes ao 4º trimestre de 2019, afirmou que a expectativa é de que os segmentos de médio e alta padrão cresçam até 30% em 2019. O anúncio teve como base o desempenho do setor em 2018 e diz respeito apenas aos imóveis financiados com recursos da caderneta de poupança. Outra dado importante apontado pela CBIC é de que atualmente o estoque de unidades novas é o menor da série histórica registrada pela entidade e está em 11 meses. De acordo com Fábio Tadeu, coordenador de estudos imobiliários da CBIC, se hipoteticamente não houvesse nenhum lançamento, o estoque atual seria suficiente para apenas 11 meses de demanda. Ainda segundo ele, o estoque confortável varia entre 12 e 18 meses (estamos com 11 meses), com 30 a 35% dos imóveis na planta (estamos com 25%) e 45% em construção ( estamos com 30%). Reforça ainda que o Centro Oeste apresenta certo equilíbrio entre lançamentos e vendas e que a retomada de preço dos imóveis está dentro da normalidade.

Sabendo que o imóvel continua sendo um bom negócio porque tem demanda crescente e que Goiânia é  uma boa cidade para investir em imóvel porque tem crescimento acelerado e valorização devido ao seu processo de urbanização ainda ser novo, como escolher em qual investir? Com tanta oferta no mercado atual,  qualquer imóvel pode ser um bom investimento?

Na verdade, mesmo sabendo que investir em imóveis pode ser um bom negócio é preciso ter cuidado para escolher, pois nem todo imóvel pode ser um bom negócio. Como todo produto, tem que ficar atento a qualidade do produto. Verifique:

Se o imóvel é comercial ou se é adequado a região no qual está inserido

Um imóvel de 300m² com apenas 2 quartos não é comercial e você pode ter dificuldade pra vender depois ou valorizar. Ou um imóvel de luxo num bairro popular.

Se os materiais são de qualidade

Verifique os acabamentos e qualidade deles. Caso contrário, mesmo num prédio novo, após pouco tempo de uso pode parecer um apartamento velho, que necessita de reforma o que causa desvalorização do mesmo para quem vai comprar.

Se a construção é de qualidade

Verifique além do acabamento que está visível. É importante que todo o prédio seja de qualidade, desde a construção, passando pelas instalações e as devidas manutenções. Esse item é respaldado pelo Histórico da Construtora. Verifique o Histórico da Construtora e veja a quanto tempo está no mercado, se tem conseguido entregar na data prometida, se tem respaldo de qualidade construtiva como certificados e processos construtivos e conheça os últimos empreendimentos entregues pela construtora.

Se a localização é boa e se tem potencial de valorização

Regiões próximas a facilidades; com fácil escoamento, com proximidades a áreas verdes, praças e lagos tendem a valorizar mais. Empreendimentos em Bairros sem infraestrutura, de difícil acesso, próximo a pontos de conflito ou barulho com rios poluídos, aeroportos, cemitérios etc tendem a valorizar menos.


Para mais informações leia nosso artigo sobre Valorização de Imóvel.

Categorias: Blog