14 Jul, 20

Você já teve dificuldades de conseguir conciliar as agendas para assinar um contrato? De precisar resolver várias coisas ao mesmo tempo? As empresas têm inovado e, com as facilidades que a internet oferece, têm proporcionado praticidade e segurança por meio da assinatura digital de alguns documentos. Mas aí surge aquela pergunta: a assinatura digital é segura para comprar um imóvel?

Apesar de ainda ter alguns questionamentos a respeito do assunto, assinar contratos por meio digital tem se tornado, cada vez mais, um processo confiável e seguro. Essa modalidade de validação contratual já era conhecida e muito utilizada por empresas de tecnologia, mas tem sido destaque e se intensificado, principalmente, durante período de isolamento social e, como o formato tradicional, possui a mesma validade legal.

Mas então, qual garantia que esse processo é seguro? Qual validade legal tenho a partir da assinatura digital? Essas e outras dúvidas você esclarece ao longo do conteúdo especial que preparamos pra você.

Confira!

O que é uma assinatura digital?

A assinatura digital foi criada e é validada, inclusive pela legislação brasileira, como uma forma de evitar fraudes, garantir a integridade prevenir contra falsidade ideológica. Esta forma de identificação garante que o contratante seja, de fato verídico, e traz segurança para ambos os lados.

Essa identificação pode ser feita através de biometria, criptografia, login autorizado com senha e até mesmo leitura de íris. Um exemplo prático de assinatura digital é o protocolo para transferência ou pagamento de boletos via aplicativos de bancos. Quando você efetua uma dessas operações, o aplicativo exige uma “chave” de acesso e liberação. Essa chave é a assinatura digital que você reconheceu juntamente com aquela instituição financeira.

Incrível não é mesmo?!

Qual a diferença entre o contrato físico e o digital?

Nenhuma! O contrato impresso e o digital precisam ser analisados por você da mesma forma e seguindo exatamente os mesmos critérios. Eles seguem um padrão de montagem e de importâncias que devem sempre ser averiguados por um profissional.

Em resumo, ambos os contratos deverão ter em sua composição:

  • ·         Identificação das partes envolvidas, com dados como CNPJ, razão social e endereço.
  • ·         Objeto ou resumo do serviço que será prestado.
  • ·         Obrigação da contratada em especificar tudo o que deve ser entregue, além de regras gerais.
  • ·         Obrigação da contratante, como pagamento a ser feito.
  • ·         Condições de pagamento.
  • ·         Serviços prestados, que incluem desde o serviço em si até o suporte ao cliente.
  • ·         Normas para rescisão.

Se o contrato contém todas essas condições, ele é considerado um contrato válido.

É importante reforçar que você deve sempre consultar um especialista de sua confiança, enviando via e-mail ou fazendo um call, solicitando que o mesmo verifique se não há erros ou situações que podem gerar desconforto futuro para ambas as partes.

Quais as vantagens da assinatura digital?

A assinatura digital pode ser uma grande aliada para quem deseja agilidade, praticidade, segurança e maior conforto. O ganho na gestão do tempo é um ponto positivo quem deseja ter uma assinatura digital. Com essa tecnologia, você não precisa se deslocar até cartórios ou centros de verificação de contrato. Todo o processo pode ser acompanhado e assinado através de um dispositivo móvel como notebook, celular ou tablet. Isso garante também maior velocidade para a disponibilização dos documentos.

Os processos também são seguros e otimizados, já que por ser totalmente digital, você receberá uma notificação sempre que necessitar assinar, aprovar ou acompanhar alguma etapa importante de sua negociação.

Com isso, empresas no seguimento automobilístico, de viagens e, até mesmo, no ramo imobiliário já se adaptaram para a conclusão de contratos através da assinatura digital.

Quais as garantias legais de uma assinatura digital?

As assinaturas digitais têm a mesma vigência e validade legal do que os formatos tradicionais de assinatura. Visto que, para a finalização de uma assinatura se faz necessário um processo de autenticação e proteção por criptografia da mesma, esta é reconhecida nos tribunais e nos cartórios autorizados como uma confirmação válida.

Ou seja, a assinatura digital é segura para comprar um imóvel e é aceita legalmente, como qualquer outra assinatura.

Os cartórios de Goiânia aceitam contratos com assinatura digital?

Os cartórios precisam estar alinhados com as tecnologias de acessibilidade, isto é um fato. Sendo assim, já é possível encontrar cartórios que estão habilitados para este tipo de negociação aqui em Goiânia. De qualquer forma, é importante um contato, junto ao cartório para que ambos consigam informações complementares.

Para uma melhor experiência e maior agilidade, este processo deve ser acompanhado por um corretor credenciado. Peça ajuda também à construtora, que possui departamento especializado, para que te orientar sobre esta etapa do processo.

Os bancos aceitam contrato com assinatura digital na compra de um imóvel? 

Sim! Como todo contrato tradicional, validado em cartório e com as garantias legais, os bancos também aceitam as assinaturas digitais. De qualquer forma, é sempre importante o acompanhamento de um profissional habilitado para fornecer todas as informações e garantir que o que está neste contrato seja coerente.

Todas essas formas de autenticação, procedimentos de segurança e as garantias são para que você possa adquirir um apartamento de forma segura, com toda a calma de escolher o melhor para você e sua família. Por isso, pode ficar tranquilo que a assinatura digital é segura para adquirir um imóvel.

Gostou do conteúdo? Continue nos acompanhando em nossas redes sociais e em nosso blog!


Categorias: Investimento

Assuntos relacionados

Ver todos
Canal

Investimento

DDA e Débito automático são a mesma coisa?

Entenda a diferença e saiba tudo sobre o assunto

Canal

Investimento

Saiba qual o tipo de ar-condicionado ideal para o seu apartamento

Com tantas opções no mercado, fica difícil acertar na escolha do equipamento. Confira aqui qual o modelo ideal para o seu apartamento.

Canal

Investimento

O que saber antes de comprar os eletrodomésticos?

Você está comprando um apartamento e não sabe como escolher seus eletrodomésticos?