02 Dez, 20

As doações de sangue foram impactadas durante o período da pandemia da Covid-19. A Hemorrede Pública de Goiás, por exemplo, apresentou déficit de 36% no estoque de bolsas de sangue nos últimos dois meses e, durante o mesmo período, a demanda por doações passou de 3,2 mil para 4 mil bolsas mensais. Diante desse cenário de queda, entidades desse setor tem buscado parcerias para que aumentar os estoques de sangue no estado.


Uma delas foi entre a Consciente Construtora e Incorporadora, o Hemocentro e o Sesi/Senai no dia 27 de novembro para a coleta de sangue diretamente no canteiro de obras do Gaia Consciente Home, que está sendo construído no Setor Bueno. Foi deslocada para o local uma unidade móvel para coleta externa e que atende até 70 doadores pré-agendados por dia. Qualquer pessoa que atenda aos pré-requisitos de doação pode agendar a participação.


Ação foi realizada durante a semana em que se comemora o Dia Nacional do Doador de Sangue, celebrado em 25 de novembro. Segundo o coordenador de responsabilidade socioambiental da Consciente, Felipe Inácio Alvarenga, a iniciativa foi feita no ano passado e contou com a participação de 40 doadores. “O objetivo é justamente contribuir de alguma forma para as necessidades urgentes da sociedade, principalmente em um momento de grandes dificuldades provocadas pela covid-19 e que inibe muitas pessoas de fazer a doação por conta do medo de contaminação”, detalha Alvarenga.


De acordo com a gerente do ciclo do doador da Hemorrede Pública de Goiás, Layane Marques, a pandemia da Covid-19 impactou o volume de doações por conta do receio da população em fazer a doação e contrair a doença. “Chegamos a um momento crítico porque tivemos um déficit e um aumento de demanda nos dois últimos meios e o medo de muitos doadores e até mesmo a impossibilidade de algumas pessoas em fazer a doação por terem contraído a doença ou ter mantido contato com alguém infectado contribuíram para diminuir o número de doações”, explica Marques. Ela ainda destaca que o doador que tiver contato com alguém que tenha contraído coronavírus fica impossibilitado de fazer a doação por 14 dias. Já aqueles que contraíram o vírus fica inapto por 30 dias após a remissão dos sintomas.


Apesar do cenário de pandemia, a gerente da Hemorrede garante que os pontos de coleta seguem rígidos protocolos para receber os doadores com segurança. “Os agendamentos podem ser feitos por telefone ou site para que a pessoa não precise se deslocar mais de uma vez para o local de coleta. Além disso, os locais são higienizados e pacientes e colaboradores usam máscaras durante todo o processo de coleta. Estes ainda usam um protetor facial para se manterem ainda mais protegidos”, detalha Marques. “Para aqueles que não querem se deslocar até o local de coleta, podem agendar o atendimento em um ponto de coleta externa. Com isso, se o doador não pode ir até o Hemocentro, vamos até o mais próximo da pessoa”, completa.


A campanha de doação de sangue é uma ação do projeto Sesi/Senai Doe Sangue, Doe Vida, realizada por todas as entidades do Sesi/Senai. Segundo o diretor da unidade do Sesi Clube Antônio Ferreira Pacheco, Wellington Côrtes Sobrinho, a campanha ganhou destaque nos últimos meses, principalmente com o aumento da demanda por conta do novo coronavírus. “É um trabalho social que busca arrecadar bolsas de sangue, algo que se tornou ainda mais importante nos últimos meses, principalmente com muitas pessoas desistindo de ir até os ponto de doação por causa do novo coronavírus”, destaca Wellington.


A campanha foi uma iniciativa do departamento de responsabilidade socioambiental da Consciente Construtora e arrecadou mais de 50 bolsas de sangue, contando com a participação de colaboradores administrativos e das obras e também dos vizinhos do empreendimento. 


Quer saber mais ações que a Consciente realiza? Continue acompanhando o nosso blog 



Categorias: Sustentabilidade

Assuntos relacionados

Ver todos
Canal

Sustentabilidade

Gincana da Consciente arrecada mais de 1700 brinquedos para crianças.

Apesar da meta de 200 brinquedos, a gincana arrecadou mais de 8 vezes o número inicial e ajudou diversas instituições.