30 Jul, 19

Vai morar ou já mora em apartamento e quer arrumar um pet? Bem... os animais de estimação são grandes companheiros e garantem animação ao lar. No entanto, existem preferências peculiares na escolha do pet. Há quem opta por raças de porte grande, mas existem aqueles que não abrem mão dos pequeninos.

Não é necessário abrir mão do seu grandão se está de mudança para um apartamento. Ainda que cães pequenos demandem um espaço menor, é a característica do animal (se é dócil, agressivo, calmo, eufórico...) que mais interfere nessa escolha, indiferente do tamanho. A fase de transição é um pouco estressante para os cachorros, uma vez que se sentem perdidos em um novo lar. Geralmente, uma casa possui espaços mais amplos para interação e diversão, porém isso não significa abrir mão de morar em um apartamento. No entanto, é preciso disponibilizar mais tempo para o seu pet compreender os limites do apartamento e onde deve brincar, dormir, comer, fazer suas necessidades, etc. Enfim, esse é o momento de dedicar uma maior parte do tempo e reeduca-lo. Em entrevista para o site, Cão Cidadão, a adestradora, Joilva Duarte, relata que é preciso ter muito equilíbrio. Duarte ainda menciona a necessidade de refazer os treinos com comandos a algo agradável ou apetitoso – carinho ou petisco. O momento exige muito cuidado para que não deixe o cão traumatizado.

Se já adotou um pet, acompanhe as dicas de como adapta-lo ao seu apartamento. Se está em cima do muro e ainda não se decidiu pela raça, continue lendo este artigo e veja diferença nos cuidados de acordo com porta da raça.

Atenta as necessidades básicas do seu cão – Ele necessita de comida, muita água para se manter hidratado, um lugar reversado para o número 1 e número 2. O ideal é longe a área de alimentação. O cão também deve ser higiênico para evitar problemas com o mal cheiro. Raças pequenas podem ter espaço reservado no próprio apartamento tanto para as necessidades quanto para alimentação. Animais de grande e médio precisam de mais espaço para suas necessidades. O ideal e descer com eles para uma praça ou ambiente aberto.

Trace estratégias para gastar energia – Estabeleça uma rotina de passeios para que o cão não se sinta só e comece a se divertir de forma travessa dentro do apartamento. Um dos problemas mais comuns dos cachorros de apartamento é a falta de espaço para brincar e, mesmo pequenino, o pet sente essa necessidade de extrair energia e chega um momento que ele precisa de espaço para correr. Quanto maior a raça mais tempo de brincadeira e espaço ele demanda. Procure apartamento próximo a praças e parques para passear com seu pet. Passeios são ideais. Leve o pet a algum lugar onde ele possa se sentir livre. Há cães que possui bastante energia e de alguma forma ele necessita extraí-la e dentro do apartamento não é a melhor opção.

Segurança para seu pet – Outro ponto importante a creditar. Os pets são curiosos e brincalhões, portanto é bom ser prevenido. Segurança nunca é demais para os cuidados com seu cachorro, afim de evitar futuras complicações. Passe um pente fino no apartamento e verifique: a necessidade de proteção nas janelas e varandas, artefatos de decoração que podem machucá-los acidentalmente, plantas tóxicas ao alcance, etc. Raças grandes são fortes e numa correria com barulho da campainha podem derrubar itens ao esbarrar em mesas, armário etc. Raças pequenas podem ficar presas em pequenos espaços como atrás do sofá ou de cama. Fique atento antes de arrastar algum móvel.

Banho e tosa – São cuidados essenciais para o bem-estar do seu pet. Determine um período para cuidar da higiene do cachorro, evitando que suje toda a casa e o cheiro fique no ambiente. Independente do porte você pode adaptar um banheiro para o banho do seu pet. Se fizer tosa lembrar apenas de limpar o ralo após o banho.

Categorias: Dicas

Assuntos relacionados

Ver todos
Canal

Dicas

O que saber antes de comprar os eletrodomésticos?

Você está comprando um apartamento e não sabe como escolher seus eletrodomésticos?

Canal

Dicas

O 13º salário: Um recurso extra para investir no mercado imobiliário

O país caminha para um futuro promissor já avistando o fim de uma crise e agora? O que fazer com o 13º salário? É possível utilizá-lo para investir em imóveis?

Canal

Dicas

Já se perguntou: porquê “Vaca Brava”?

Muitos conhecem o parque como o cartão postal de Goiânia, mas nem imaginam que o nome carrega uma história inusitada.