13 Jul, 21

Com 29 anos de atuação no mercado financeiro, o Banco BS2 inaugura a sua linha de Plano Empresarial da Construção Civil (PEC), ou Plano Empresário, com o anúncio de financiamento da torre comercial do World Trade Center Goiânia, empreendimento da JBJ Incorporações e da Consciente Construtora e Incorporadora. O Plano Empresarial é um financiamento simplificado para empreendedores imobiliários no qual o valor total financiado é liberado pelo banco progressivamente, ao longo de todo o período da construção, de acordo com as demandas de cada etapa.


Para Marcio de Sá, superintendente comercial do Banco BS2, o WTC Goiânia é a vitrine perfeita para inaugurar o Plano Empresarial da instituição financeira. Marcio explica que o produto do banco, já disponível para outros empreendimentos, foi moldado em torno das demandas e necessidades do WTC, e vai proporcionar os recursos necessários para que obras de grande porte sejam executadas sem contratempos e dentro do prazo estipulado.


Em Goiânia, o empreendimento seguirá a tendência do uso misto, aliando três vertentes chamadas de “live, work, and play” (viva, trabalhe e se divirta). Somente a torre comercial tem valor geral de vendas (VGV) estimado em R$ 170 milhões, com finalização das obras prevista para 2023. A torre comercial inclui o WTC Stay & Hotel, com 12 pavimentos e 204 unidades com quartos, o WTC Office, com 231 salas divididas em 14 andares, e o WTC Corporate, com cinco pavimentos de salas corporativas.


“Fomos apresentados pela primeira vez ao projeto do WTC ainda em 2019 e, desde então, evidenciamos o desejo de participar, de alguma forma, desta iniciativa. O Banco BS2 já vinha oferecendo alguns produtos mais voltados para o mercado imobiliário, e moldamos o nosso Plano Empresarial em torno do WTC. O resultado ficou tão satisfatório que hoje ele já está disponível para outros clientes. O WTC é a escolha ideal para lançar um produto completamente direcionado ao segmento imobiliário, por ser um projeto de grande visibilidade e que se tornará um símbolo da pujança econômica de Goiânia”, analisa Marcio.


Para o executivo, a capital goiana precisa de um empreendimento deste porte, como forma de atender a demanda crescente por negócios na economia local. “Goiânia está no centro do Brasil e tem uma força econômica muito significativa. É uma cidade que recebe negócios de todos os tipos. A possibilidade de construção de novos empreendimentos em função da disponibilidade de terrenos é uma coisa que nos chama muito a atenção na cidade. O WTC vai capitalizar todo esse potencial econômico, e temos convicção de que Goiânia pode crescer muito ainda neste segmento”, avalia o superintendente comercial do Banco BS2.


A torre comercial do WTC já alcançou a marca de 80% de suas unidades comercializadas, e as obras já estão no 10º pavimento. Segundo Rodrigo Terra, diretor financeiro da JBJ, os resultados alcançados até agora superaram todas as expectativas e já configuram um sucesso absoluto de vendas, justificando a confiança do Banco BS2 em financiar a torre comercial do empreendimento. 


“A JBJ e a Consciente quiseram fazer um projeto que trouxesse um diferencial para Goiânia. E o World Trade Center é justamente isso, um empreendimento muito arrojado e inovador, que traz tudo em um só lugar. O Banco BS2 vai financiar a torre comercial, que já é um sucesso absoluto. Tem sido muito gratificante ver a receptividade por parte do público, e a parceria do Banco BS2 veio para consolidar esse êxito total”, avalia Rodrigo.


O superintendente comercial do Banco BS2 afirma que, além do sucesso já comprovado de vendas, a credibilidade de longa data da JBJ e da Consciente foi fundamental para que o financiamento fosse concretizado. Outro fator que demonstra a solidez do investimento é o alcance internacional da marca World Trade Center, rede que atualmente está presente em 323 cidades de 90 países. No Brasil, Goiânia será apenas a segunda cidade a receber um empreendimento da rede, que já está presente em São Paulo.


“A nossa confiança na JBJ e na Consciente é total. São empresas experientes, que possuem uma equipe muito preparada e conhecem totalmente o mercado. E o WTC é uma marca que tem renome internacional e tem muito espaço para crescer aqui no Brasil. Não há dúvida de que o WTC Goiânia vai seguir a mesma trajetória de sucesso que o WTC São Paulo e se tornar referência absoluta no mundo dos negócios. Então, não tivemos nenhuma dúvida quando vimos a bandeira WTC associada aos nomes da JBJ e da Consciente”, reforça Marcio.


World Trade Center Goiânia confirma vocação para pautar negócios em Goiás e realiza evento em parceria com WTC São Paulo

Antes mesmo de ser inaugurado, o World Trade Center Goiânia já começa a demonstrar o seu potencial para pautar as oportunidades de negócio em Goiás e concentrar a atenção de investidores e grandes players do mercado. Em parceira com o “irmão mais velho” World Trade Center São Paulo, o empreendimento da JBJ Incorporações e da Consciente Construtora e Incorporadora promoveu o encontro online “Mercado imobiliário: panorama e oportunidade de investimento” na sexta-feira, dia 25 de junho.

 

O encontro, direcionado para membros do WTC Business Club, contou com a participação do diretor de lançamento do WTC Goiânia, Marcos Henrique Santos, do CEO do WTC Brasil, Leonardo Figueiró, e do especialista em Hotelaria Bruno Guimarães, e discutiu o cenário do mercado imobiliário em Goiás e no Brasil, passando por temas como pandemia e recuperação econômica e as oportunidades para investimento e expansão de negócios, além de abordar as tendências do segmento para o futuro. O WTC Goiânia é o segundo empreendimento da rede internacional no Brasil, após São Paulo, que recebeu o WTC em 1995.


Realizar painéis e encontros sobre negócios é um dos principais diferenciais do WTC, que integrará Goiânia à rede de serviços internacionais batizada de WTC Business Club. Este clube de negócios conta com mais de dois milhões de associados e promove networking, internacionalização de negócios e geração de conteúdo. Com isto, o WTC vai colocar Goiânia no mapa dos negócios internacionais, e a primeira parceria com o WTC São Paulo já aponta para um futuro com encontros de negócios frequentes e de grandes dimensões. 



Categorias: Investimento

Assuntos relacionados

Ver todos
Canal

Investimento

Por que investir em um apartamento de 3 suítes em 2021?

Engana-se quem acredita que essa metragem é exclusiva de famílias grandes, afinal, praticidade é o forte dessa planta.

Canal

Investimento

Goiânia é a segunda cidade no Brasil a ter o World Trade Center

O WTC da capital também será o primeiro do país a contar com área residencial com conceito All in Experience.

Canal

Investimento

10 coisas que você precisa saber para comprar o primeiro imóvel

Conheça alguns passos importantes para não ter dúvida ao adquirir um apartamento e fazer um bom negócio.