02 Set, 21

Na hora de comprar um apartamento, toda a segurança em relação aos pagamentos, valores de contrato e confirmações sobre a responsabilidade de cada departamento no processo de compra precisa ser muito bem conferido. Isso evita fraudes, transtornos e possíveis dificuldades de relacionamento entre cliente e empresa, além de garantir uma negociação clara e transparente. Mas você já se perguntou como comprar um imóvel com segurança?

As dúvidas que surgem durante o processo de aquisição de um apartamento, principalmente em relação a valor de contrato, pagamento de parcelas, emissão de boletos, índices de correção, entrega do empreendimento entre outros são bastante comuns e devem ser respondidas, afinal, elas garantem uma boa negociação além de tranquilidade para o futuro morador. Por isso, é importante que se entenda qual é o papel e as responsabilidades de cada parte envolvida em todo o processo para que haja mais segurança, conforto e tranquilidade. Que tal entender qual é o papel de cada parte na compra de um imóvel?

Saiba mais:

Como funciona a compra de um apartamento?

Se você está comprando um apartamento e quer saber, direitinho, como funciona o sistema de pagamento da unidade, o procedimento é bem simples. Acompanhe:

Após ter escolhido a melhor unidade para as suas necessidades, o primeiro passo é entender como será feito o pagamento do contrato de aquisição. Se o imóvel está na planta ou em construção, é importante entender que você deverá pagar parcelas mensais, trimestrais, semestrais e anuais, sendo que elas não possuem concordância uma com a outra e seus valores podem variar de acordo com a taxa de juros.

Se o apartamento está pronto para morar, o processo é um pouco diferente. O pagamento de uma “entrada”, por vezes conhecida como “sinal” é solicitado. Essa entrada varia entre 10 até 30% do imóvel e está dentro da legalidade de cobrança.

É neste primeiro momento também que você poderá acordar, juntamente com a construtora, que os pagamentos dessas parcelas serão realizados através de compensação de bens. Um exemplo, você pode ter oferecido um automóvel como parte do pagamento da entrada e, por isso, as parcelas que seriam resolvidas de forma cambial, agora, serão quitadas através da compensação de bens.

Preste muita atenção nesse passo: o corretor, gerente comercial ou qualquer pessoa dentro da construtora não pode se apropriar de nenhum bem, valor ou serviço sem que haja a garantia da construtora ou incorporadora de que essa transação realmente foi compensada.  Isso te garante segurança e evita transtornos futuros.

Qual é o papel do corretor na compra de um imóvel?

O corretor é o profissional especializado no mercado imobiliário, considerado como o elo que contribui para a concretização de uma negociação imobiliária. É também o responsável por passar ao cliente todas as informações sobre o imóvel a ser comercializado como metragens, localização, especificações técnicas e valores.

De acordo com a Lei 6.530/1978, que regulamenta a profissão do corretor de imóveis, “compete ao Corretor de Imóveis exercer a intermediação na compra, venda, permuta e locação de imóveis, podendo, ainda, opinar quanto à comercialização imobiliária”. O corretor pode trabalhar em parceria com imobiliárias ou mesmo de forma autônoma. Em ambos os casos ele deve ser credenciado pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI).

Mesmo com essas garantias, antes de finalizar a compra de um imóvel com um corretor, é importante que você confira com a construtora ou incorporadora responsável pelo empreendimento se a negociação é válida, se os valores batem com o preço de tabela e se tudo está sendo feito de acordo com os processos exigidos pela desenvolvedora do empreendimento.

Na dúvida, é sempre melhor questionar do que não saber, com exatidão, tudo o que está acontecendo.

Qual é o papel da construtora e da incorporadora na compra de um imóvel?

A construtora é a empresa responsável pela execução física de um empreendimento. É ela quem vai à campo para realizar todo o processo de estudo, construção, desenvolvimento, execução e entrega do imóvel completo, assim como previsto em contrato de compra. Além disso, toda a garantia de qualidade física, prazo de entrega e manutenção pré-entrega também é da responsabilidade da construtora.

Podemos também, definir como responsabilidades da construtora:

  • Realizar estudos de viabilidade do projeto do empreendimento, a fim de identificar as oportunidades e tendências de mercado e adquirir terrenos;
  • Formalizar o registro imobiliário do condomínio na matrícula mãe (matrícula do terreno);
  • Administrar a carteira de clientes (emissão de boletos e extratos, informações sobre valores e vencimento de parcelas, pagamentos e antecipações);
  • Esclarecer sobre assuntos relacionados à aquisição de imóveis (índices de correção, entrega do empreendimento, andamento das obras).
  • Projetos de engenharia;
  • Contratação de mão-de-obra, equipamentos e tecnologia construtiva;
  • Garantia da integridade física do empreendimento, garantindo que o mesmo não sofra de instabilidade, rachaduras, infiltrações, irregularidades, trincas, entre outros problemas estruturais.

Consciente é uma empresa incorporadora e construtora, ou seja, é responsável tanto pelo projeto e documentação jurídica, como pela execução e construção civil, o que garante muito mais segurança aos clientes, afinal, temos total controle de tudo o que acontece no desenvolvimento de um novo projeto desde o planejamento, execução até os prazos de entrega.

Quem fica responsável pelos fluxos de pagamento de um apartamento?

Este é um dos passos que você precisa, realmente, ficar muito atento no momento de comprar um imóvel. O fluxo de pagamento, desde a entrada até o valor das parcelas e formas de quitação precisam estar aprovados pela construtora.

É importante salientar que nenhum tipo de pagamento, seja via dinheiro, pix, transferência, compensação de bens como carros ou outros apartamentos deve ser feita diretamente para o corretor ou pessoa responsável pelo futuro imóvel. A construtora, ao aprovar a sua proposta de pagamento, garante a você que todos os direitos são reservados, evitando que você tenha indisposições ou complicações futuras. 

Por isso, o correto a se fazer é solicitar uma via de confirmação de recebimento e ciência da empresa que está sendo beneficiada. Essa é a sua garantia de que a negociação está dentro da lei e que você está seguro juridicamente.

Comprar um imóvel com segurança não é uma tarefa complicada. Como falamos, é muito importante que você exija suas confirmações legais e que esteja atento a qualquer indisponibilidade ou dúvida que possa ser gerada durante a negociação. Garanta que a compra será feita de forma clara, transparente e também que não haja nenhum questionamento. Assim, você pode ficar bem tranquilo... a sua compra será segura e bastante positiva.

Gostou do conteúdo? Compartilhe e continue nos acompanhando semanalmente em nosso blog! 


Categorias: Investimento

Assuntos relacionados

Ver todos
Canal

Investimento

Como funciona a compra de um imóvel na planta?

Desde a escolha da unidade até a assistência técnica pós compra, entenda o que você precisa ficar por dentro e como estas etapas são importantes.

Canal

Investimento

Dicas para montar seu apartamento novo

Preparamos várias dicas sobre os vários serviços de instalação no seu imóvel. Confira aqui os cuidados na instalação de box, cortinas, varal etc. e não saia no prejuízo!

Canal

Investimento

Como saber a hora certa para mudar de apartamento?

Identificar o momento ideal de procurar um novo imóvel pode gerar conforto, economia e oportunidades únicas.