19 Mar, 21

Os selos e instrumentos de avaliação de qualidade de produtos e serviços têm ganhado mais espaço entre os consumidores. Eles são responsáveis por atestar a qualidade de empresas e de seus produtos e acabam sendo um diferencial na hora da decisão de compra, como acontece, por exemplo, com a etiquetagem de eletrodoméstico, que deixam claro para o consumidor o nível de consumo de energia elétrica e outros itens. Alguns deles já são bem conhecidos e são quase um item obrigatório de avaliação por parte do comprador, como selos de qualidade de alimentos, a certificação ISO e os certificados ambientais. 


Os selos e certificados de qualidade geram mais confiança e credibilidade para as empresas. De acordo com pesquisas realizadas pela e-bit. IBM e Site Blindado, os selos e certificados resultam em aumento de cerca de 73% das conversões de vendas das lojas virtuais


Diante de um cenário com o consumidor cada vez mais exigente em relação aos produtos e serviços, algumas empresas também têm desenvolvido selos de qualidade para avaliação de seus processos internos. A Consciente Construtora e Incorporadora é um desses exemplos. A empresa desenvolveu um selo composto por cinco sub-selos com o objetivo de padronizar além da qualidade construtiva, a qualidade ambiental e de conforto de todos os empreendimentos da empresa. Apesar de já haver algumas iniciativas isoladas pelo País, a ação é inovadora por seu detalhamento e amplitude dos itens avaliados. 


A gerente de empreendimento da Consciente, Camila Inácio, afirma que os selos serão adotados por todos os empreendimentos da Consciente. O World Trade Center Goiânia (WTC Goiânia), que está sendo construído pela empresa em Goiânia, foi o primeiro a adotar o processo. Para a concepção do Selo Consciente, foram adotados critérios já consolidados no mercado, totalizando cerca de 100 itens a serem avaliados por uma equipe da empresa composta pelos departamentos de projeto, obra e incorporação.


Ao todo, a empresa conta com cinco selos de qualidade que compõe o Selo Consciente. O primeiro é o Selo Consumo Consciente, que avalia o uso racional de água e energia e a destinação de lixos e resíduos. O Selo Conforto Ambiental Ambiente avalia os diferenciais do produto com foco na sensação de conforto térmico e acústico proporcionado pelos empreendimentos. Por sua vez, o de Sustentabilidade avalia os equipamentos e materiais sustentáveis do empreendimento e práticas sustentáveis para usados nos canteiros de obras. O quarto selo é o de Segurança, que avalia os itens relacionados à segurança para os moradores do condomínio. Por fim, o Selo Facilidades avalia as operações do condomínio e as tecnologias e diferenciais presentes nos empreendimentos.

De acordo com a gerente de empreendimento da Consciente, Camila Inácio, o processo contribui para que garantir que cada item concebido na criação se mantenha no projeto até a execução de todo o projeto. “Essa iniciativa ainda possibilita reduzir impactos ambientais durante a obra e após a sua ocupação. Isso porque seguimos uma listagem ampla de itens sustentáveis e que adota também um mínimo de exigência, que passa a ser o padrão da empresa”, destaca. Os Selos de Qualidade Consciente serão identificados pelo consumidor no book do produto entregue na hora da compra e os interessados também podem conferir todos os itens que compõem cada Selo no site da empresa. 





Categorias: Sustentabilidade

Assuntos relacionados

Ver todos
Canal

Sustentabilidade

Consciente Construtora recebe homenagem na Câmara Municipal de Goiânia

Solenidade reconheceu as ações de Responsabilidade Social praticadas pela empresa.

Canal

Sustentabilidade

Consciente e Bambuí capacitam funcionários e sorteiam motos

Colaboradores receberam certificados profissionalizantes durante a Sipat.