27 Jan, 22

Quando chega essa época do ano, a gente sempre se pega querendo entender como é feito o cálculo do IPTU. O IPTU - Imposto Territorial e Predial Urbano -  é um imposto municipal que abrange casas e apartamentos alocados em todas as cidades do Brasil. Esse imposto, que pode ser pago à vista ou de forma parcelada diretamente para a prefeitura, é utilizado para benefícios públicos como em obras nas avenidas e ruas da capital e também em melhorias pela cidade inteira. Mas você já se perguntou como é calculado o IPTU? E em Goiânia, o cálculo do IPTU te assustou em 2022?

Você que possui um imóvel – seja ele residencial ou comercial, sabe que a responsabilidade pelo pagamento do IPTU é do proprietário. No caso de imóvel alugado, as partes envolvidas podem chegar em um acordo sobre o pagamento do imposto, mas tudo tem que ficar muito claro no contrato firmado. O importante é não deixar de recolher o imposto, pois caso não ocorra o pagamento, as penalidades pelo atraso serão destinadas ao nome do proprietário, além de prejudicar o processo de uma possível venda, caso haja interesse. 

Porém, neste momento diversos proprietários ficam em dúvida e questionam o que realmente como é calculado o valor do imposto em Goiânia e o que precisa ser pago. É necessário custear o IPTU do prédio por completo? O condomínio paga IPTU? Por que vou pagar um IPTU mais caro em 2022?

Continue acompanhando e saiba mais.

Como calcular o valor do IPTU em 2022?

Uma das maiores dúvidas de quem possui um imóvel é sobre o valor do IPTU, afinal, ninguém quer pagar um imposto sem saber o valor exato dele, não é verdade? Para isso, juntamos informações simples sobre como você pode calcular – aproximadamente -  o valor do seu IPTU em 2022.

Primeiro, é importante entender que o valor do IPTU segue regras para ser calculado e depende da cidade onde o imóvel está localizado. O IPTU em Goiânia, por exemplo, segue a alíquota de 0,20% até 0,55%, dependendo do bairro onde se encontra o imóvel. O valor a ser pago é o cálculo do valor venal do imóvel que é a área em m² construídos no terreno multiplicado pelo valor do metro quadrado no bairro onde ele está, multiplicado ainda pela alíquota do imóvel. A alíquota é um percentual definido por lei e pelas cidades que, quando aplicado na base de cálculos, permite a melhor definição do valor total a ser feito o pagamento do imposto. Portanto, este valor não muda, certo?

Para calcular o valor do IPTU do seu imóvel a conta é, em tese, bem simples. Tudo o que você precisa fazer é jogar as informações na seguinte fórmula:

IPTU = (m² de área efetivamente construída X valor do m² da região) X alíquota do imóvel.

Ou seja, se você tem um imóvel no valor de R$500.000,00 aplicando a alíquota de 0,55%, o valor do seu IPTU será de R$2.700,00, que poderá ser pago à vista com o benefício do desconto que é fornecido pela prefeitura ou de forma parcelada em até 10x.

O que é o valor venal de um imóvel?

O valor venal se compara ao valor comercial da propriedade em caso de negociação a vista ou em situações comuns de mercado. Ele se dá pela multiplicação do valor do m² da região onde o imóvel fica localizado pela quantidade de m² construídos.

Ou seja, para descobrir o valor venal do seu imóvel, você deve fazer a seguinte conta:

Se o seu apartamento tem 170m² e sabemos que o m² na região onde ele fica localizado é de aproximadamente R$1.500,00 podemos dizer então que o valor venal desse apartamento é de R$255.000,00.

DICA BONUS: O metro quadrado em Goiânia no ano de 2020 estava na média de R$4.995,00 e, segundo a ADEMI-GO, bairros como o Setor Bueno tinham o m² em R$5.984,00 e o Setor Marista com o m² a R$6.452,00. Em 2021, o metro quadrado manteve sua valorização, mas devido a baixa das taxas de juros como a Selic, a facilidade de negociação e também de financiamento imobiliário permitiu que, em alguns casos, houvesse a variação do valor do m². Portanto, você precisa conhecer, através de planilhas disponibilizadas pela própria prefeitura, qual o real valor do m² da região onde seu imóvel está localizado.

É preciso saber que nem sempre este valor irá bater com o valor de compra ou de negociação inicial desse imóvel por motivos de valorização do bairro e do empreendimento, melhorias nas avenidas, crescimento do comercio local ou qualidades subjetivas de valorização imobiliária.

ATENÇÃO, NÃO CAIA EM GOLPES!

O boleto para pagamento do IPTU não chega via e-mail sem que haja a solicitação direta no site da prefeitura de sua cidade. Aqui em Goiânia, por exemplo, você deve solicitar com o número de inscrição e registro de seu imóvel no site da própria prefeitura.

O que mudou no pagamento do IPTU em Goiânia em 2022?

O novo Código Tributário Municipal (CTM), aprovado em setembro de 2020, mudou a forma de calcular o valor do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Antes disse, o valor era cobrado de acordo com o local onde estava a casa ou empresa. Com o novo Código, a taxa será definida com base no valor venal do imóvel.

O código não era atualizado desde a década de 1970. A Prefeitura de Goiânia acredita que, com a mudança, a cobrança ficará mais justa, respeitando as diferenças sociais e características das construções. Além disso, famílias que moram em imóveis com valor venal de até R$ 120 mil ficarão isentas do pagamento do imposto, desde que seja o único imóvel da pessoa.

Cálculo

Para saber quanto você vai pagar de imposto, basta pegar o valor venal do seu imóvel residencial e multiplicar pela alíquota. A alíquota mais baixa é para imóveis no valor de até R$ 100 mil. A mais alta para imóveis a partir de R$ 1 milhão. Caso seu imóvel seja comercial, as alíquotas variam de 0,75% a 1%. O índice mais baixo é para aqueles com valor até R$ 200 mil. A maior taxa é para os que valem acima de R$ 1 milhão.

O imposto para os terrenos que não têm nenhuma construção, possuía sete alíquotas que variavam de 0,4% a 1,8%. Agora, os índices vão de 2%, para áreas até R$ 40 mil, a 3,8%, para valores acima de R$ 300 mil.

A Prefeitura liberou a retirada de boletos para o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), através do acesso ao site. Vale lembrar que caso você opte por pagar seu IPTU à vista pode aproveitar o desconto de 10% oferecido pelo órgão para pagamento até o dia 21 de fevereiro, e caso queira parcelar, o imposto pode ser divido em até 11 vezes.

Preciso pagar o IPTU do prédio onde moro?

A primeira coisa que as construtoras e incorporadoras fazem quando finalizam um empreendimento é separar as unidades em locações individuais e desmembrar o IPTU de forma que você só pague referente ao seu apartamento. Porém, ainda restam as áreas comuns.

Por isso, é de extrema importância entender que você será responsável por ajudar no pagamento do IPTU das áreas comuns do prédio como garagens, áreas de lazer ou praças pois, toda e qualquer área construída conta como pagante. Este valor é dividido por todos os moradores do prédio e a soma é o valor do IPTU do empreendimento.

Por que o meu IPTU é mais caro que o do meu vizinho?

Essa dúvida pode gerar bastante confusão mas com um pouquinho de calma é possível entender. Como explicado no tópico anterior, o valor do IPTU das áreas comuns do empreendimento é dividido pelos moradores do prédio. Essa divisão é feita por fração ideal de imóvel. E como isso funciona?

Se você tem uma cobertura e o seu vizinho do andar debaixo mora em um apartamento com metragem inferior ao da sua unidade, por exemplo, a parte do IPTU que ele deverá pagar para cobrir as áreas comuns do prédio será menor do que a sua parte de pagamento.

Quem está isento do IPTU em 2022?

Uma última dúvida bastante comum é sobre a isenção do IPTU. Alguns órgãos e pessoas podem têm direito à isenção do pagamento do IPTU. Igrejas e templos religiosos, casas de recuperação e ONGS, além de prédios públicos são isentos de pagamento do imposto. Se este for o caso e você seja proprietário de algum imóvel que está em locação para alguma igreja ou templo religioso, poderá solicitar a isenção do pagamento através do site da prefeitura.

Os aposentados e pensionistas também podem pedir a isenção do IPTU, basta entrar em contato com a prefeitura de sua cidade. Outro fator que merece atenção é que, pessoas idosas que pedem isenção podem ter o benefício concedida ou ganhar apenas um desconto parcial no pagamento. Essa definição deverá ser feita pela própria prefeitura e não segue uma única regra para o país inteiro.

É importante entender como calcular o valor do IPTU para realizar um bom planejamento financeiro e também para que as contas fixas estejam sempre na ponta do lápis. Ficar atento aos prazos de pagamento te garante maior segurança, comodidade e evita qualquer impeditivo imobiliário futuro. Além disso, você deve consultar informações diretas quanto a valores, localidades e alíquotas no site da prefeitura da sua cidade. Lá você consegue os dados que farão o cálculo do seu IPTU em 2021 ser mais fácil e tranquilo.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe e continue acompanhando o nosso blog semanalmente. 


Categorias: Investimento

Assuntos relacionados

Ver todos
Canal

Investimento

CEF assina contrato de apoio à produção imobiliária

O contrato liberou R$35,5 milhões para finalizar o Gaia Consciente Home, que está com metade de suas obras concluídas.

Canal

Investimento

Banco BS2 aprova o financiamento da torre comercial do WTC Goiânia

A financeira destacou o sucesso de vendas e a credibilidade de JBJ e Consciente Construtora como garantias de retorno do investimento

Canal

Investimento

Como decorar apartamentos com espaços integrados?

Cada vez mais comuns, os apartamentos com ambientes conectados promovem amplitude e integração dos espaços.